Nota Biográfica

 

 

Uma perspectiva transdisciplinar na óptica do interesses público

Desenvolveu paralelamente a carreira académica e a da função pública, assumindo, como eixo de articulação, a investigação nas áreas transversais do Ordenamento do Território e da Educação vs. Desenvolvimento, com suporte no planeamento estratégico, na epistemologia das Ciências Sociais e na sociologia da Educação e Animação Cultural. Como interesses privilegiados de investigação, mantém os processos de mudança, as políticas de serviço público e o ordenamento integrado do território, em interacção produtiva na perspectiva do Desenvolvimento. 

 

Campos essenciais de Actividade

No campo do Ordenamento do Território, praticou investigação fundamental no Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa até 1973, como suporte das teses de doutoramento que produziu, tomando por caso A Margem Sul do Estuário do Tejo - Factores e Formas de Organização do Espaço (1973) e Contribuição para um Estudo de Ordenamento Integrado do Território (1989). 

A partir de 1973, desenvolveu investigação aplicada no âmbito do Gabinete de Estudos do Ministério da Educação, onde coordenou o Sector de Ordenamento de Recursos Físicos que adequou o alargamento da rede escolar à cobertura integral do território para a escolaridade obrigatória, desencadeada em 1974. O essencial do acervo produzido foi fundamento, em 1981, do Curso do Programa de Formação em Planeamento do Ministério da Educação, intitulado Disparidades Regionais e Microplaneamento, o qual coordenou com o apoio da UNESCO, através da co-cordenação de peritos do Instituto Internacional de Planificação da Educação. A partir de então, concluída a sua participação na promoção da acessibilidade física da população escolar dos ensinos básico e secundário à rede pública, concentrou-se no paradigma da sociabilidade em educação para todos, designadamente no âmbito do Programa Interministerial do mesmo nome (PEPT), coordenando de 1993 a 1996 o projecto demonstrativo das suas potencialidades e limites (O PRODIIRN - Análise Crítica de Um projecto educacional numa perspectiva de I&D), DID_INA, 2004 (inédito). 

 

Entretanto, obtido o grau de doutora em Ciências do Ambiente no ramo de Ordenamento do Território, pela Universidade Nova de Lisboa (1989), passou a exercer funções docentes como professora associada da Universidade Autónoma de Lisboa, onde coordenou a Variante de Educação, Ciência e Cultura do Curso de Ciências Sociais (1992-1997) e a equipa docente da Cadeira bienal de Métodos e Técnicas de Investigação do Curso de Sociologia que se lhe sucedeu (1997-2000). O essencial da reflexão produzida contem-se no conjunto de espécimes referidos nas Notas incorporadas nos conteúdos da página. 

 

Posteriormente, enquanto assessora da Administração Pública do quadro do Ministério da Educação, promoveu o projecto do Programa Sabáticas INA, no âmbito do Departamento de Investigação e Desenvolvimento, propondo-se entretanto operacionalizar as linhas gerais das Comunicações apresentadas aos Congressos CLAD de 2002, 2004 e 2005, também defendidas na especificidade do Congresso dos Poderes Locais da Europa (Une Politique Fondatrice de la Citoyenneté, Note au sujet du Théme, La Charte Urbaine Européenne en tant que facteur de stabilité, Sofia, Maio de 2002) e no da Conferência da Administração Pública face aos Desafios da Desigualdade e da Exclusão da AIEIA (Le droit de tous à la citoyenneté, Miami, Setembro de 2003). 

 

Convidada a integrar o Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa em 2006 assume desde então a Coordenação do Projecto Cidadania & Sociedade do Conhecimento, em regime de Parceria com instituições articuladas à investigação em registo de work on progress no quadro das Expectativas com que se pretende ponderar cientificamente através da criação do património tecnológico do Projecto a problemática da Cidadania vs Desenvolvimento no Território Web.